fbpx

Cosseguro e resseguro: entenda as diferenças

Índice

Cosseguro e resseguro: saiba o que é e diferenças

Uma seguradora, pelo seu porte e reservas, têm um limite a cumprir para não se desequilibrar e deixar de atender os segurados em caso de sinistro. Portanto, para evitar que isso aconteça e possibilitar segurar mais do que o valor da retenção, as seguradoras utilizam dois mecanismos: Cosseguro e Resseguro.

Apesar dos nomes parecidos, cosseguro e resseguro possuem diferenças. Mas antes de explicar as peculiaridades de cada um, primeiro, é muito importante entender o que é cosseguro e sua finalidade, já que muitas pessoas não sabem como funciona esse ramo.

Pois, a nossa finalidade aqui é ajudar o corretor a sanar dúvidas e ter cada vez mais conhecimento para ajudar seu cliente nas decisões a serem tomadas.

O que é seguro?

O seguro nada mais é do que um contrato em que uma das partes, enquanto seguradora, se obriga a indenizar a outra parte.

Como já deve ser de conhecimento do corretor, ao adquirir um seguro, seja ele de vida, residencial, automóvel, viagem, ou muitos outros oferecidos por uma corretora, você pode se proteger contra perdas que podem levar a danos financeiros, físicos e materiais pessoais totalmente inesperados.

Por exemplo, o seu carro pode ser roubado a qualquer momento, e só o seguro automóvel pode cobrir os custos necessários e imediatos de tal situação.

Portanto, o corretor deve saber o que é seguro e como ele funciona para atender da melhor forma o seu cliente.

O que é cosseguro?

No cosseguro, existe a união das seguradoras, quando duas ou mais seguradoras se unem para um contrato. O principal objetivo deste modelo é pulverizar o risco da apólice para que ela possa ser subscrita por diferentes seguradoras que assumam responsabilidade parcial por todos os segurados.

Refira-se que um contrato celebrado nestas condições exige o pleno conhecimento do contratante principal (ou seja, o cliente).

Como funciona e qual sua importância?

A importância do cosseguro existe primeiro na companhia de seguros. Em cenários gerais, considerando a apólice de seguro normal, sua chance de ser ferida por um alto risco de acidente é relativamente baixa.

No entanto, ao lidar com grandes riscos – onde os valores de compensação costumam ser muito altos – o impacto será tão grande que pode não ser sustentável.

Portanto, o seguro não é benéfico apenas para quem o aluga, mas também para a seguradora. Ele permite operações seguras que podem não ser possíveis se fossem acionadas e responsabilizadas por ela sozinha.

Em resumo, o cosseguro é importante porque:

  • Permite que a seguradora não assuma sozinha grandes responsabilidades;
  • Permite que as seguradoras se envolvam em negócios mais arriscados;
  • Permite que o cliente (o segurado) não fique impedido de contratar um seguro para o seu negócio.

O que é resseguro?

Os resseguradores são instituições com maior capacidade financeira e bem posicionadas para apoiar grandes negócios. Nesse sentido, o resseguro ocorre quando a capacidade de responsabilidade da seguradora é excedida. Os contratos são elaborados individualmente e não requerem autorização expressa ou conhecimento do cliente final.

É responsabilidade da seguradora entrar em contato com a resseguradora para qualquer suporte ou atenção que o segurado possa requerer.

Como funciona e qual sua importância?

Agora, sabendo melhor o que são cada um desses tipos de seguro, é hora de entender bem como cada um funciona.

É importante saber que, ao optar pelo resseguro, os riscos e demais responsabilidades da seguradora vão para o ressegurador, o que chamamos de cessão de resseguro. Por isso, parte dos dividendos e do contrato original serão distribuídos proporcionalmente entre as empresas que estão no contrato.

Outra coisa fundamental a ser ressaltada: neste caso, não há contrato direto entre segurado e ressegurador, o que chamamos de apólice. Além disso, o valor de transferência varia de contrato para contrato. Hoje, existem três tipos de contratos de resseguros. Vamos explicar melhor cada um deles a seguir:

Resseguro automático

O resseguro automático é utilizado quando existem riscos semelhantes entre os contratantes. Portanto, todas as bases de recrutamento são pré-estabelecidas. Os resseguradores devem aceitar riscos predeterminados. E, neste caso, não haverá divisão proporcional entre contratantes quando falamos de responsabilidades, premiação ou remuneração. As atribuições são feitas com base na disponibilidade de eventos.

Resseguro opcional

Neste modelo, os contratos são assinados apenas para riscos isolados. Mais comum de ser feito quando há grandes riscos e situações especiais nos contratos.

Resseguro proporcional

Aqui, todas as responsabilidades e valores são igualmente compartilhados entre seguradora e resseguradora. Algumas das vantagens são:

  • Proteger financeiramente as seguradoras;
  • Proporciona maior estabilidade técnica;
  • Compartilhar o risco;
  • A lei é independente do contrato original.

As principais diferenças entre cosseguro e resseguro

No cosseguro, ocorre o compartilhamento do risco entre duas ou mais seguradoras, enquanto o resseguro é feito de forma individual. Desta forma, o contrato é criado entre a seguradora e o ressegurador sem autorização do cliente final (ou seja, o segurado).

Então, vamos supor que o segurado precise do apoio da seguradora. Este último é responsável por acionar os resseguradores, que possuem maior potencial financeiro e estão aptos a prestar a assistência necessária exigida pelos grandes negócios.

Estamos, portanto, falando de dois contratos: o primário – e o primeiro – ocorre entre o segurado e o segurador; e o segundo, entre o segurador e o ressegurador. É um mecanismo que funciona basicamente como uma transferência de responsabilidade.

Como contratar?

Para contratar um cosseguro e resseguro, você pode obter cotações e simulações on-line totalmente gratuitas.

Quer saber mais? Conheça a Agger! A Agger existe para simplificar e potencializar o trabalho do corretor de seguros. Com mais de 7.500 clientes em todo o Brasil, nossos sistemas trazem a melhor combinação de soluções para conectar corretores, segurados e seguradoras. Com foco no mercado de seguros desde a nossa fundação, contamos com 27 anos de muita experiência e mais de 45.000 usuários em nossos sistemas.

Atuamos com foco no corretor, para que ele possa sanar suas dúvidas e ter cada vez mais conhecimento para ajudar seus clientes. Utilizamos as melhores tecnologias disponíveis no mercado para atender nossos clientes com excelência. Visite nosso site e conheça mais sobre a empresa e sobre cosseguro e resseguro!

[rock-convert-cta id=”499″]

Picture of Redação Agger

Redação Agger

A Agger, com mais de 29 anos de mercado, é a maior plataforma de gestão e cotações de seguros no Brasil. Oferece a melhor combinação de soluções para conectar corretores, segurados e seguradoras, transformando a distribuição de seguros no Brasil. Unindo tecnologia, experiência e conhecimento especializado, sua plataforma oferece cotações, controle de apólice e comissões, cálculos e outros serviços, com informações rápidas, diversas e confiáveis, em mais de 14 ramos de seguros.

Talvez você goste

Tendências para o mercado de seguros em 2024

Gráficos e dados melhoram a gestão das corretoras?

Calendário 2024 para corretores de seguros

A diversificação é o melhor caminho?

Conheça o Aggilizador Agger.
plugins premium WordPress